Luciano Hulk. A velha política travestida de novidade.

Aguardei alguns dias antes de redigir um post sobre a entrevista de Luciano Hulk ao Faustão no último domingo.

A entrevista até que foi morna, algo insossa. O que revira o estômago é a atitude da Rede Globo e da Produção do “Domingão do Faustão” e do próprio Fausto Silva que propositalmente montaram uma verdadeira pantomima para promover um virtual candidato a presidente.

Sim. Luciano Hulk é candidato a presidente da república, por mim, é apenas candidato a prestigiosa repulsa. Luciano é um condenado pela justiça por uso indevido de uma área pública ao cercá-la. Há outros processos correndo contra ele, ou seja, é inidôneo como pessoa e péssima opção como candidato a qualquer cargo público.

A entrevista, montada de forma asquerosa, revela o desprezo da rede globo e duas de suas estrelas com a coisa pública. Em uma época de comportamentos extremos exige-se que haja discernimento e isenção no trato da coisa pública ainda mais que, não nos esqueçamos, TV é uma concessão pública.

Luciano Hulk não é ou será opção para o eleitor. Luciano Hulk é mais do mesmo ou melhor, menos do mesmo.